Social Network Badges

Cuidado com as rachaduras, elas podem revelar problemas sérios em sua obra.

Fissura, trinca ou rachadura. Difícil diferenciar? Você sabe a diferença entre elas?  As fissuras são quase sempre estreitas e alongadas e na maioria das vezes são de gravidades menores e mais superficiais. Ocorrem geralmente na pintura, na massa corrida ou também no cimento queimado, sem problemas para a estrutura. Mas fique atento a evolução dessas fissuras, ela deve permanecer como está e se aumentar, precisa ser reavaliada. Já a trinca requer um pouco mais de atenção porque são sempre mais profundas e acentuadas e são fáceis de identificar porque aparecem divididas em duas partes. As trincas precisam sempre ser avaliadas por um engenheiro porque podem representar um problema grave na estrutura. Todo cuidado é pouco.

As rachaduras também se dividem em duas partes, mas são bem maiores e profundas. Uma rachadura pode ser facilmente diferenciada porque entre ela é possível passar luz, vento e até água e  precisam ser avaliadas imediatamente porque representam um estagio bem avançado de deterioração do material.

Trincas, rachaduras ou fissuras podem ser causadas em função de diversos fenômenos físicos e há um diagnóstico e um tratamento para cada tipo de problema, por isso a importância de contratar um profissional capacitado. Elas podem surgir por retração do concreto, da argamassa, da tinta e até mesmo da madeira usada na obra que tende a secar mais durante os anos. Também ocorrem por dilatação devido à exposição solar. Algumas partes da casa dilatam e retraem, causando fissuras. Outras causas podem ser as vibrações e trepidações, por exemplo, do tráfego intenso da rua e o recalque que é o assentamento do terreno da construção, entre outros fatores.

Em qualquer um dos casos requisite uma análise técnica de um especialista para evitar maiores dores de cabeça e assim conseguir resolver o problema do inicio.

últimas notícias

Email
Print