Social Network Badges

Existem vários tipos de vidro, você sabia?

Na hora de contratar um serviço é sempre importante ter uma noção de como funciona, qual o produto ideal, a instalação, etc. Afinal, informação sempre é essencial para não acabar usando o material errado, literalmente comprando gato por lebre. Na hora de escolher os vidros de sua obra, por exemplo, saiba quais os modelos mais comuns no mercado e opte pelo que mais se encaixa das suas necessidades. Para dar um charme, ou mesmo para a segurança de sua família, há várias opções, as principais estão listadas abaixo. Confira!

Vidro recozido: Após o resfriamento não recebe tratamento e por isso é um dos mais baratos

Vidro temperado: É utilizado onde há necessidade de segurança, como sacadas, boxes ou fechamento de áreas porque ao se quebrar não forma cacos pontiagudos

Vidro Aramado: possui uma rede de arame interna que mantém os cacos fixos, caso receba impacto, é indicado para divisórias de ambientes, sacadas e escadas.

Vidro laminado: por possuir uma película plástica, ele não se fragmenta e apenas racha, ideal para boxes, sacadas, tampos de mesas, prateleiras. O vidro laminado ainda pode ser classificado em três categorias, antiacidentes (resistir ao impacto casa uma pessoa caia sobre o mesmo), antivandalismo( para proteger contra o arremesso de pedras ou objetos) e antiarrombamento(para retardar e frustrar tentativas de invasão)

Vidro termo-acústico: impede a passagem de som e calor para os ambientes, indicado para cômodos que precisam de isolamento.

Vidro transparente: transmite luz e permite visão nítida.

Vidro liso: transparente, mas apresenta leve distorção das imagens refratadas.

Vidro termo-absorvente: absorve 20% dos raios infravermelhos, reduzindo o calor dentro do ambiente.

Vidro fosco ou jateado: recebe tratamento químico ou mecânico (jato de areia ou óxido de alumínio), que o torna translúcido e não transparente. Usado para decoração.

 

últimas notícias

Email
Print